Enem terá prova por computador em 2020; Veja como irá funcionar

A tecnologia vem facilitando vários processos e o próprio Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ficou muito mais prático após passar a utilizar alguns recursos eletrônicos.

A expectativa é que esses processos fiquem ainda mais simples através da realização do concurso através de computadores.

A proposta do Enem Digital surgiu para simplificar vários processos e representar melhorias para os órgãos públicos envolvidos. Esse ano, o Ministério da Educação aprovou a proposta e quem vai realizar o Enem está em busca de mais informações sobre esse novo funcionamento.

Mas de que forma essa proposta será aplicada?

No começo, o Exame Nacional do Ensino Médio não passava de uma ferramenta de avaliação do ensino para órgãos como o MEC. Foi preciso um longo período de adaptação para que o mesmo se tornasse a forma padrão de ingresso no ensino superior e a expectativa é que o mesmo processo ocorra com a prova digital.

De acordo com informações lançadas nos últimos meses, o sistema do Enem estará propondo uma prova piloto para cerca de 50 mil alunos que sejam residentes de 15 capitais do país. Dessa forma, as instituições organizadoras do evento terão dados mais sólidos sobre essa instalação e poderão verificar possíveis falhas no sistema.

E como funcionará a inscrição?

Os principais objetivos da instalação do Enem digital são: economizar o dinheiro dos cofres públicos e facilitar os processos envolvidos no concurso. Por isso, a intenção é que o sistema de inscrição continue o mesmo, em que os estudantes se inscrevem através do Enem 2020 página do participante.

Vale mencionar ainda que a taxa de inscrição também será mantida da mesma forma, assim como ainda será possível solicitar a isenção da taxa de inscrição, caso o candidato esteja incluso no regulamento do Enem. Quem ainda não verificou quem está livre da taxa, deve estar atento aos dados do edital para não perder as datas.

Quem optar pelo Enem Digital pode sair prejudicado?

Como mencionado, a transição para o Enem digital estará começando aos poucos através da primeira prova piloto lançada em 2020. O experimento está contando com uma margem de erro para que possa aperfeiçoar o sistema e caminhar para que esse concurso seja 100% digital.

Isso quer dizer que os organizados do evento estarão aptos a aplicar a transição sem que o candidato seja lesado. A prova estará acontecendo em sua forma tradicional, digital e logo depois em sua reaplicação para que os candidatos do modelo digital possam refazer o exame em caso de complicações.